• FEMAvestibular
  • estudo-hot-site-bolsas

 vestibular fema 2020

Inscrições de 07/10 a 06/11

Prova dia 14/11 às 20h

INSCRICAO 

vastag

Professora participa de Congresso Internacional

Rede Unida promoveu atividades voltadas aos profissionais da Saúde

Escrito por Silvio Moura

Assessoria de Comunicação Fema

 

A Fundação Educacional do Munícipio de Assis – Fema incentiva a participação de seu corpo docente em eventos que estimulem a troca de conhecimento e a especialização dos profissionais em suas respectivas áreas de formação.

É nessa premissa que a professora Mariana Vastag, das disciplinas de Enfermagem Psiquiátrica e Enfermagem Baseada em Evidências, foi convidada para participar do Congresso Internacional da Rede Unida. A temática da 12ª edição foi “Diferença sim, desigualdade não: Pluralidade na Invenção da Vida”.

O objetivo da Rede Unida é levar conhecimento cientifico e trabalhar as possibilidades dentro de serviços de saúde, em UBSs e PSFs, por exemplo, e de serviços de atenção. O evento trabalha ainda conceitos de educação popular, de formação, de economia solidária e voluntariado.

A professora Vastag, mestranda na USP, recebeu o convite em virtude de sua atuação reconhecidamente comprovada em diversos artigos publicados em revistas da área em que atua. “O Alcindo Ferla e o Ricardo Burg, idealizadores do congresso, me chamaram para ministrar uma oficina”.

Denominada “Acessibilidade e Direito à Saúde para População LGBT: Desafios na Contemporaneidade”, a oficina discutiu as diversas formas de discriminação e suas relações com a produção de doenças e sofrimento da população de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros.

“Eu trabalho muito questões de acesso e vulnerabilidade em saúde. E nesse tema em específico penso e considero o preconceito sofrido por essa população, a violência que se vive e a decorrência disso tudo, como depressão, ansiedade, suicídio”, explica a docente do curso de Enfermagem da Fema.

vastag2A profissional ficou bastante satisfeita com a adesão do público à oficina. “Tivemos um público diversificado, com profissionais do Brasil e também do exterior”, conta Vastag ao ser referir a Laura Serrant, professora da Universidade de Wolverhampton, na Inglaterra.

A excelência na formação dos enfermeiros brasileiros foi comentada entre os participantes vindos do exterior. O ensino abrangente que as faculdades propiciam confere maior capacidade aos profissionais que podem atuar em diversos setores. Além disso, atrai estudantes de outros países que buscam no Brasil cursos de pós-graduação e demais especializações na Enfermagem.

Mariana Vastag desenvolveu também um outro trabalho no congresso, dessa vez relacionado à questão da Saúde Mental na Terceira Idade e às ações que cabem à chamada atenção primária.

O 12º Congresso Internacional da Rede Unida foi realizado na Universidade Católica Dom Bosco, em Campo Grande, MS, entre os dias 21 e 24 de março. O encontro, que acontece a cada dois anos, é voltado aos trabalhadores da saúde, usuários do SUS, pesquisadores, estudantes, professores, gestores e representantes de movimentos sociais, das áreas da educação e da saúde.

 

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Back to top