• FEMAvestibular
  • estudo-hot-site-bolsas

 vestibular fema 2020

Inscrições de 07/10 a 06/11

Prova dia 14/11 às 20h

INSCRICAO 

Comite gruposComitê se reúne para discutir Plano da Bacia 

Objetivo dos encontros é definir ações para os próximos doze anos

Escrito por Silvio Moura

Assessoria de Comunicação FEMA

 

Recentemente, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Médio Paranapanema, o CBH-MP, esteve reunido mais uma vez para dar sequencia às discussões sobre o Plano da Bacia para os próximos anos.

Os encontros aconteceram nos dias 23, 24 e 25 de agosto, respectivamente nas cidades de Assis, Ourinhos e Pardinho. O objetivo é mobilizar os membros do comitê e demais representantes da sociedade civil, dos municípios e dos usuários de recursos hídricos na construção de um plano participativo.

Em Assis, a reunião foi realizada na FEMA e contou com a participação do prefeito de Tarumã, Oscar Gozzi, presidente do Comitê do Médio Paranapanema. Nesta fase, os grupos estabeleceram uma matriz de priorização. “Fizemos uma hierarquização das prioridades da nossa bacia, a partir das dificuldades apontadas na oficina anterior em junho”, explica a professora Elaine Amorim.

Dentre os problemas sinalizados, estão a erosão rural e a ausência de um programa de educação ambiental, destaca a docente. “A ação do homem é um dos maiores desafios. O descarte irregular do lixo, por exemplo, pode trazer grandes consequências ao meio ambiente e impactar o futuro de todos nós”.

Comite Gozzi1Com o diagnóstico levantado, o próximo passo é a compilação dos dados para serem apresentados à plenária ainda neste semestre. O Plano da Bacia, válido para os próximos 12 anos, começa a ser aplicado tão logo seja aprovado pelos membros do comitê.

As bacias hidrográficas de todo o país têm um órgão colegiado, tripartite e com presença do estado, cidade e sociedade civil que gerencia assuntos referentes às questões hídricas. A FEMA, como representante da sociedade civil, faz parte do Comitê da Bacia do Médio Paranapanema há mais de 15 anos. 

Membros filiados aos comitês podem captar recursos para serem utilizados no desenvolvimento de pesquisas. Atualmente, a FEMA realiza dois estudos com capital fomentado junto ao Fehidro, o Fundo Estadual de Recursos Hídricos. Um deles avalia a qualidade das águas na sub-bacia do Pari e a quantidade de metais presentes; o outro verifica a qualidade das águas das nascentes urbanas de Assis.

 

MAIS NOTÍCIAS DA FEMA

Back to top